Buscar
  • edukamien

RONDÓ DOS CAVALINHOS

Rondó dos cavalinhos Manuel Bandeira

Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... Tua beleza, Esmeralda, Acabou me enlouquecendo.

Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... O sol tão claro lá fora, E em minhalma - anoitecendo!

Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... Alfonso Reyes partindo, E tanta gente ficando...

Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... A Itália falando grosso, A Europa se avacalhando...

Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... O Brasil politicando, Nossa! A poesia morrendo... O sol tão claro lá fora, O sol tão claro, Esmeralda, E em minhalma - anoitecendo!

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

No mês do florescimento das rosas no hemisfério norte e mortes escuras flores/cimentos nos maios-chuvas muros e curvas nos tempos de guerra desmaios despojos estação cemitérios escuros das mortes